top of page

SETOR DE CERVEJARIAS APRESENTA CRESCIMENTO DE 6,8% NO PAÍS


Um dos segmentos que tem crescido no país nos últimos anos é o de cervejarias. Só no ano passado avançou 6,8%, segundo anunciou levantamento do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) em conjunto com o Sindicato Nacional da Indústria da Cerveja (Sindicerv) divulgou o Anuário da Cerveja. O documento traz dados estatísticos do setor cervejeiro no Brasil que vem crescendo de forma constante.

De acordo com os dados, a quantidade de cervejarias registradas no país cresceu 6,8% no ano passado, o que significa que a quantidade de estabelecimentos saiu de de 1.729, em 2022, para 1.847. O estado que mais se destaca nesse cenário é São Paulo (410 cervejarias), porém, todas as regiões do país apresentaram aumento no número de cervejarias registradas. O Sudeste lidera com 856 cervejarias, representando 46,3% do total de estabelecimentos do Brasil.

Já o número de municípios com pelo menos uma cervejaria chegou a 771, um crescimento também de 6,8% em relação ao ano passado. Ainda segundo o levantamento, pelo menos uma cervejaria foi registrada em 13,8% dos municípios brasileiros. Com relação ao recorte dos municípios, São Paulo lidera (61 estabelecimentos registrados), seguido de Porto Alegre (43) e Curitiba (26). Os municípios de Farroupilha/RS e Goiânia/GO passaram a constar na lista de cidades brasileiras com 10 ou mais cervejarias registradas. Agora, são 23 cidades que figuram essa lista, sendo 12 situadas no Sudeste, oito no Sul, duas no Centro-Oeste e uma no Nordeste.

 

Destaques


A cerveja segue como a bebida mais registrada no país, com considerável variedade para o mercado de consumo, com 45.648 rótulos. Isso representa um aumento de 6,6% em relação ao total de produtos registrados que havia em 2022, ou seja, 2.817 registros a mais em um ano. São Paulo segue sendo o estado com maior número de cervejas registradas, com 13.654. Em segundo e terceiro lugares, ficam Rio Grande do Sul e Minas Gerais, com 6.791 e 6.417 respectivamente. A média brasileira é de 24,7 registros de produtos por estabelecimento. O estado de São Paulo detém média mais elevada que a nacional, com 33,3 produtos registrados por estabelecimento.

No que diz respeito à exportação de cerveja, o país registrou aumento de 18,6% no volume exportado, alcançando 231.977.494 litros do produto brasileiro exportado. Esse é o maior volume atingido no período estudado. No total, as cervejas brasileiras foram exportadas para 75 países, resultando em um faturamento de US$ 155.788.372. Os principais destinos são os países da América do Sul, que respondem por 97,8% das vendas externas. O Paraguai é o principal destino da cerveja brasileira, seguido por Bolívia, Uruguai, Chile e Cuba. Já a importação brasileira de cerveja segue em queda desde 2019. Os produtos são provenientes de 19 países, sendo a maior quantidade oriunda da Alemanha. Em valores, a importação de cerveja no Brasil foi apenas 7.130.686 litros e de faturamento US$ 8.597.137 totais.

 

(Fonte: O Estado/Foto:Pixabay)

 

 

 

Comments


bottom of page