top of page

EXPORTAÇÕES DO SETOR DE HIGIENE PESSOAL, PERFUMARIA E COSMÉTICOS CRESCEM 7,7%



De acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC), as exportações do setor de HPPC alcançaram o valor de US$ 133,5 milhões no primeiro bimestre de 2024, registrando um aumento de 7,7% em relação ao mesmo período do ano anterior. As importações totalizaram US$ 128,5 milhões, apresentando um crescimento de 3,8% em comparação ao primeiro bimestre de 2023.

Esses números resultaram em uma corrente de comércio de US$ 262,0 milhões, representando um aumento de 5,8% em relação ao mesmo intervalo de 2023. O saldo comercial do período foi superavitário em US? 5,0 milhões, registrando aumento em relação ao mesmo período do ano anterior.

As principais categorias exportadas no bimestre foram os produtos para cabelos, sabonetes e cremes para pele, com crescimento para alguns mercados importantes como: México, Colômbia, Chile, Peru e Portugal. Mesmo diante de tais varações, os países da América Latina seguem sendo os maiores destinos exportadores do setor de HPPC.

A entidade avalia que apesar de positivos, os resultados estão abaixo das expectativas setoriais, no entanto, as exportações setoriais de HPPC vem demonstrando performances fortes ao longo dos últimos períodos, fato observado quando comparadas as exportações setoriais de HPPC, que cresceram 7,7% com as exportações da indústria de transformação como um todo, que cresceram 4,3%.

Os resultados refletem a redução de 25,5% nas exportações para a Argentina, principal parceiro comercial para bens de HPPC e que segue com diferentes problemas internos e sem reservas internacionais, impossibilitando manter compromissos de pagamento das importações.

“O desempenho do primeiro bimestre de 2024 mesmo abaixo das expectativas setoriais, foi positivo, com crescimento nas exportações e um saldo comercial superavitário. A previsão é que nos próximos meses as exportações possam seguir o movimento de crescimento e consolidação alcançando valores similares aos de 2023, mantendo o setor com um superávit comercial por mais um ano”, analisou João Carlos Basílio, presidente-executivo da ABIHPEC.

 

(Fonte/Foto: Supervarejo)

Comments


bottom of page