top of page

BRASIL CRIA 244,3 MIL EMPREGOS FORMAIS EM MARÇO; AUMENTO É DE 25,7%



O Brasil gerou criou 244,3 mil empregos formais em março deste ano, informou nesta terça-feira (30) o Ministério do Trabalho e Emprego.

Ao todo, segundo o governo federal, foram registradas em março:

  • 2,26 milhões de contratações;

  • 2,02 milhões de demissões.

O resultado representa melhora de 25,7% em relação a março do ano passado, quando foram criados 194,37 mil empregos com carteira assinada (valor ajustado).

A comparação com o mesmo mês de anos anteriores é considerada mais apropriada por especialistas.

Segundo o Ministério do Trabalho, a geração de vagas com carteira assinada também é a maior, para meses de março, desde o início da série histórica do novo Caged, em 2020.

  Veja os resultados para os meses de março:

  • 2020: 295.078 vagas fechadas

  • 2021: 153.614 empregos criados

  • 2022: 99.100 vagas abertas

A comparação dos números com anos anteriores a 2020, segundo analistas, não é mais adequada, porque o governo mudou a metodologia.


Primeiro trimestre


De acordo com o Ministério do Trabalho, 719,03 mil empregos formais foram criados no país nos três primeiros meses deste ano.

O número representa alta de 33,9% na comparação com o mesmo período de 2023, quando foram criadas 536,9 mil vagas com carteira assinada.

Ao final de março de 2024, ainda conforme os dados oficiais, o Brasil tinha saldo de 46,24 milhões de empregos com carteira assinada.

O resultado representa aumento na comparação com fevereiro deste ano (45,99 milhões) e com março de 2023 (44,59 milhões).


Setores


Os números do Caged de março de 2024 mostram que foram criados empregos formais em quatro dos cinco setores da economia. O maior número absoluto foi no setor de serviços.


Salário médio de admissão


O governo também informou que o salário médio de admissão foi de R$ 2.081,50 em março deste ano, o que representa queda real (descontada a inflação) em relação a fevereiro de 2024 (R$ 2.086,75).

Na comparação com março de 2023, porém, houve crescimento no salário médio de admissão. Naquele mês, o valor foi de R$ 2.027,33.


(Fonte: G1/Foto:Pexels)

Comments


bottom of page